Homenagem do Vale de Santarém aos combatentes da I Guerra Mundial em 24 de Novembro

No dia 24 de Novembro será a Homenagem aos Valesantarenos que estiveram na I Guerra Mundial. A homenagem é promovida pela Junta de Freguesia, com a colaboração da Associação Cultural Vale de Santarém-Identidade e Memória e a Liga dos Combatentes-Núcleo de Santarém. Com Programa a divulgar muito em breve, esta homenagem, no ano em que se cumpre o centenário do fim desta enorme tragédia da humanidade (o armistício foi em 11 Nov. 1918) vai lembrar e honrar todos os que, do Vale de Santarém, foram chamados para a Guerra. São trinta e dois.

Nas cerimónias, que serão ao longo de todo o dia, vão estar presentes os familiares (filhos, netos, sobrinhos netos, outros) e, além de entidades oficiais, espera-se (deseja-se, é melhor dizer assim) a presença da população do Vale de Santarém, que nesta guerra perdeu um dos seus (José Matias Júnior) e onde outros foram feridos e outros, ainda, regressaram suportando a vida toda os efeitos físicos e psicológicos dos combates e da inalação de gases mortíferos.

Por isso, para todas as idades, sem distinção de filiações partidárias ou de outra natureza, a forma mais activa de honrarmos os Valesantarenos que, em 1917, suas famílias viram partir para aquela mortífera guerra, é estarmos nesta homenagem, um acto de cidadania que é também do presente e com os olhos postos no futuro, ou seja: tudo devemos fazer para que flagelos destes, decididos e postos em andamento por uns (sempre uma minoria que tem interesses que não são os da maioria) arregimentem e lancem na loucura homens, populações inteiras, destruindo milhões de vidas e nações, deixando o mundo no caos.

Também se dizia, quando acabou a I Guerra Mundial, que era para nunca mais. Porém, como sabemos, veio a outra grande desgraça, a II Guerra Mundial e, depois disso, um pouco por todo o Mundo, a tragédia continua.

Cidadania activa. Estar nas homenagens, justas e devidas, SIM! Mas, hoje, fundamentalmente, sermos activos, social e politicamente, nas nossas aldeias, vilas, cidades, em defesa do que nos interessa, como população, como fregueses, como membros de uma comunidade menor ou maior. Pelo bem de todos, pelo bem comum. Se não o fizermos, se não pensarmos que o que há na comunidade e o que queremos que ela seja, no presente e futuro, tem também a ver com as nossas ideias, a expressão em liberdade das nossas ideias e o nosso esforço para contribuir para o bem comum… se não formos cidadãos activos na aldeia, vila, cidade, país (votando, sim, mas muito mais do que isso…) então deixamos o nosso destino aos muitos poderes instalados, ficamos nas mãos das mentiras, da demagogia, dos populismos e, face à deriva dos países, estaremos nas mãos de um qualquer salvador, tenha ele a roupagem que tiver. Esse é o perigo no Mundo, em muitos países, como temos vindo a saber.

Esta homenagem aos combatentes da I Guerra Mundial, onde estiveram trinta e dois Valesantarenos é também, em meu entender, um alerta para esse perigo.

Lá estarei, no dia 24 de Nov., em cumprimento do que já havia dito no meu blogue, em 2017:

https://60emais.wordpress.com/2017/04/23/minha-homenagem-aos-militares-naturais-do-vale-de-santarem-que-combateram-na-i-guerra-mundial/

que tudo faria para que, no centenário do armistício, o Vale de Santarém prestasse homenagem aos seus filhos que combateram na Flandres, alguns deles na batalha de La Lys. Que muitos outros Valesantarenos compareçam, também! é o meu grande desejo.

Manuel João Sá

Autor: 60emais

Português.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.