Postal do Vale de Santarém

Um dos meus postais do Vale de Santarém, com fotos que fui obtendo de alguns dos pontos que, para mim, são mais representativos da minha terra. Há outros, igualmente de muito interesse que, com alguns destes, farei incluir em novo postal, mas hoje, em tempos de calor, aqui fica muito das minhas memórias da minha terra. O tema água é dominante. Somos uma terra onde sempre houve água: para beber, todo o ano, para lavar roupa, para lavar os tonéis… Água para rega, nas hortas: para as hortaliças,  a batata, o feijão verde, os tomates, os catalões, as alfaces… Água para mover as rodas gigantes das azenhas, ao longo do ribeiro que atravessa o Vale e desagua no rio Maior. Água das enxurradas, nas valetas, desembocando, violentas, no ribeiro e alagando as hortas. Água do rio Maior, que chamamos de vala, onde aprendemos a nadar, a pescar, a brincar, a namorar. Água das cheias, pequenas (as azielas) ou grandes, algumas assustando, perigosas, traiçoeiras, e fazendo parar os trabalhos, deixando à míngua as bolsas pobres, durante dias, meses, até.

Da esquerda para a direita, em cima: o “largo” da chamada “fonte de uma bica”; o ponto em que o ribeiro que atravessa o Vale tem o nome popular de “rio da quinta”, pois ali ele surge vindo da antiga “quinta das Rebellas”, também nome popular; largo da “fonte das três bicas”, com edifício da Escola Primária Aristides Graça em fundo – criada em 1915.

Em baixo, da esquerda para a direita: O “Pinheiro das Areias”, a caminho dos 300 anos, que infelizmente sofreu a perda de grande pernada, num vendaval de 2016; um  bonito detalhe do jardim público do Vale, com um pequeno espelho de água, alimentado a partir do ribeiro que atravessa o Vale; “a ponte do Vale”, sobre o rio Maior (vala real de Asseca, ou de Azambuja) cuja idade não está confirmada – mas terá muitos séculos – e que liga o Vale ao campo, pela estrada que segue para Porto de Muge, Valada…; por fim, o “pombal”, que pertenceu à Quinta do Desembargador, ou “das Rebellas”.   

Meu bilhete postal para os Valesantarenos e seus familiares e amigos, alguns por esse mundo fora.

Com grande abraço,

Manuel João Sá.

Pª Bilhete Postal+Camisola, etc
Postal do Vale de Santarém, com fotos que fiz, de pontos que são referência pessoal das minhas memórias.

Autor: 60emais

Português.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.