CRÓNICAS SOBRE OS VELHOS PARA OS NÃO-VELHOS AINDA – CRÓNICA 3

Outra coisa boa é que por todo o lado foram aparecendo os centros de dia e os lares. São para os velhos. E ainda bem. Porque os filhinhos, coitadinhos, andam na labuta do dia-a-dia. Ou  então estão muito longe, na cidade ou na estranja. Ou já não têm tempo. Ou uma série de razões juntas. E assim é a empregada do lar ou centro de dia que, a toda a hora, diz: “os meus queridos velhinhos”. E lá lhes mete a comidinha pela boca abaixo. Que alguns são muito teimosos?!… Também os senta no sofá e lhes dá os comprimidos do costume. E os põe no costume dos programas do costume: do jorge, da júlia, da fátima, do… E dos telejornais e concursos, de “parabéns a você” e outros assim do estilo.

E então a empregada, a pensar para os seus botões: “que bom que é eu ter estes velhinhos… gosto tanto deles…” e os velhos a pensarem também para os seus botões, a olharem, com olhar vazio para o vazio do vazio das suas vidas. E a dizerem para consigo: “pois é, se não existíssemos, se não estivéssemos aqui, se não houvesse centro de dia/lar (mas ainda bem que há…) estas senhoras não podiam governar a vida, se calhar tinham que emigrar… ainda bem que existimos, pois claro, ‘tadinhas’…”.

Há que estudar isto, dos velhos, que são cada vez mais e estão cada vez mais velhos. Por isso se tornam tão importantes como objecto de análise de cientistas, investigadores do social e não só.

Os velhos também estão sob a atenção particularíssima dos políticos. Oh, os políticos, o que eles gostam de falar dos velhos, de visitarem os velhos, de serem lambuzados pelos beijos repenicados dos velhos, de prometerem não sei quantas coisas em troca do votozinho: “… não se esqueça, que é preciso mudar isto tudo… claro, está de acordo… então vote em nós, melhor, vote em mim… até daqui por quatro anos… ops!…”

Mas os velhos já não ouvem a última parte do que diz o senhor político: “… quem era este… o que queria ele?…” perguntam. Não compreendem a conversa do senhor político, porque os velhos já não ouvem nem vêem bem, também não importa…

Continua

Manuel João Sá

Autor: 60emais

Português.

Um pensamento em “CRÓNICAS SOBRE OS VELHOS PARA OS NÃO-VELHOS AINDA – CRÓNICA 3”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.